2 weeks ago em 9/07/2014 @ 1:40 com 6,619 notes
via fkwyr (post original por quotelounge)

4 weeks ago em 27/06/2014 @ 0:30 com 798,832 notes
via mydeepestcondolence (post original por iraffiruse)

É que algumas pessoas nesse mundo cê só consegue amar e amar e amar, não importa o que aconteça.
O Teorema Katherine.  (via desafixei)

4 weeks ago em 25/06/2014 @ 23:24 com 22,364 notes
via amandopordois (post original por delator)

4 weeks ago em 25/06/2014 @ 23:09 com 3,960 notes
via thiaramacedo (post original por a-interrogada)
4 weeks ago em 25/06/2014 @ 23:03 com 264 notes
via rockbandquotes (post original por rockbandquotes)

2 months ago em 16/05/2014 @ 0:32 com 72 notes
via everything7fold-deactivated2014 (post original por everything7fold-deactivated2014)
2 months ago em 2/05/2014 @ 0:31 com 5,195 notes
via jamidehli (post original por jamidehli)
3 months ago em 10/04/2014 @ 22:53 com 3,367 notes
via cmonfolks (post original por virgin-suicide-s)
3 months ago em 10/04/2014 @ 2:07 com 200 notes
via overdosedeamor (post original por overdosedeamor)

Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade, de vez em quando. Quando penso que podia ter sido diferente.
Caio Fernando Abreu (via effacer)

3 months ago em 10/04/2014 @ 2:06 com 783 notes
via meusonhoadolescente (post original por cerimoniais)

A senhora me desculpe, mas no momento não tenho muita certeza. Quer dizer, eu sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas já mudei uma porção de vezes desde que isso aconteceu. (…) Receio que não possa me explicar Dona Lagarta, porque é justamente aí que está o problema: Posso explicar uma porção de coisas… Mas não posso explicar a mim mesma.

3 months ago em 7/04/2014 @ 3:13 com 58,049 notes
via okbeijos (post original por f-u-c-k-i-n-g--r-e-c-k-l-e-s-s)

3 months ago em 1/04/2014 @ 0:36 com 39,499 notes
via prymja (post original por dinosandwichpwned)

3 months ago em 1/04/2014 @ 0:35 com 775 notes
via prymja (post original por avengedsevenfxld)

Porque quero tanto e não quero tanto. Porque se acabar morro. Porque se não acabar morro. Porque sempre levo um susto quando te vejo e me pergunto como é que fiquei todos esses anos sem te ver. Porque você me entedia e dai eu desvio o rosto um segundo e já não aguento de saudade. E descubro que não é tédio mas sim cansaço porque amar é uma maratona no sol e sem água. E ainda assim, é a única sombra e água fresca que existe.

3 months ago em 1/04/2014 @ 0:30 com 819 notes
via icanbeyourcocaine (post original por tatibernardicitou)

4 months ago em 26/03/2014 @ 23:49 com 1,429 notes
via everythingavenged (post original por hailtomshadows)
(1) 2 3 4 5 6 7 8 »


Home Mensagem Arquivo Theme

Layout por:
silenciar